sexta-feira, 3 de setembro de 2010

De saco cheio

    O humor da gravida é muito oscilante, dá até raiva de se sentir como a gente se sente...Tudo parece ter uma dimensão maior, tudo doí mais, preocupa mais, irrita mais, incomoda mais...Nem toda a gravidez se sente assim, mas só quem passa por isso é que pode dizer...EU TÔ DE SACO CHEIO!
   Muita coisa hoje tá me incomodando. Está calor, muito quente mesmo. O ar está seco, muito seco mesmo. E trabalhar é uma droga, muito chato mesmo. Imagino que pior é estar desempregada, porque a cabeça enche com mais problemas ainda. Então se as coisas estão ruins prá você tem gente pior. Mas isso eu não quero ouvir...
   Trabalho 8h por dia, 6 dias por semana e em pé. Não tenho nenhum conforto, não tem ar condicionado, nem emendo feriado, nem ganho um salário maravilhoso...Mas o que falta de conforto sobra em encheção de saco! Gravida é tudo preguiçosa, quanta frescura...está sempre reclamando de tudo, isso enjoa, aquilo enjoa...Você já se alimentou hoje? Deve ter comido porcaria. Vai passar da sua hora de comer. Frescura não ficar pegando caixas pesadas. Não faz nada o dia inteiro só enrola...Vai faltar de novo? Sempre tem consulta médica ou exame...
  Eu controlo meus horários de refeição direitinho e o que como também. Conversei com o médico e tenho cuidado de tudo como ele pediu. Estou enjoando muito mesmo, e o remédio que ele passou não faz nem cocegas! Não vou pegar caixas pesadas e nem leves, porque prá isso teria que testar: "essa está leve, então posso pegar"..até lá...já peguei né? E eu tenho médico sim uma vez no mês e exames mais ou menos nessa frequência também. Nunca dei na minha vida um atestado de mentira e nem forçando a situação. Gravidez não é doença, mas é cheia de complicações, cuidados extras, pressão que sobe, enjoo, dores estranhas...
  O pior de tudo é aguentar tudo isso num lugar onde a maioria é mulher. Se fossem homens passando por isso se uniam um para ajudar o outro...Mas mulher não, quer sempre julgar a outra. Ser melhor, mais forte, menos frescurenta.
  Em dias normais já escutava que meu serviço é moleza, que eu não faço nada disso ou daquilo, que não sei o que é trabalhar, que é tudo maravilhoso. Não tem o porque ficar cansada. Que se fizesse o que fulana faz ai sim saberia o que é trabalhar pesado... Pois é estudei 6 anos prá carregar caixa e guardar mercadoria. Prá vender sobre pressão porque meu salário depende disso. Pra aguentar desaforos o dia todo porque trabalho com publico, e é assim que as pessoas são. Prá ouvir cantada de velhos idiotas e mau educados. Pra subir e descer uma escadinha pequena, abaixa e levantar o dia todo e ganhar o mesmo salário que alguns clientes que trabalham aqui perto e não tem nem o primeiro grau completo!
   Prá ter responsabilidades com a vida das pessoas e saber orientar, prá me manter informada e sorrindo, porque é inaceitável você não estar de bom humor com a vida maravilhosa que tem. Não tenho plano de saúde pela empresa, não ganho vale alimentação, mas tudo isso pode ser suprido recebendo uma grosseria porque na farmácia ao lado me deram 15 centavos a mais de desconto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário